Os "Muscle Cars" e os "Pony Cars"

O período de 1964 a 1972 compreendem uma das épocas marcantes para o automóvel nos Estados Unidos onde predominou a robustez com a sensação de liberdade individual e velocidade. É nessa época que surgem os chamados "Muscle-car" e os "Pony-car". Acompanhem.

Os "Muscle Car" são os carros de porte normal ou grande (para os padrões americanos) que receberam motores potentes e grandes para desenvolver altas velocidades com simplicidade interna e preços competitivos, sua história começa em 1964 quando John DeLorean (1922-2005) coloca em um Pontiac Tempest um V8 de 6,3 L com 325 cv brutos acrescido da sigla GTO, surgia assim a primeira lenda do novo segmento.
Pontiac Tempest GTO - o primeiro Muscle Car
Acima algumas das melhores gerações do Pontiac GTO
Como teste 5.000 unidades foram oferecidas e rapidamente vendidas, a marca enxergou o potencial e o GTO tornava-se independente do Tempest. O público dos Estados Unidos estavam havidos por máquinas com essas características.

A imprensa chamou o novo estilo de Muscle Car (carros musculosos). As grandes marcas perceberam o filão que surgia e buscaram se mexer para ocuparem esse novo mercado.
Acima os modelos de 1966/67 do Pontiac GTO o preferido da maioria dos apaixonados por ele
A GM, proprietária da Pontiac, colocou as outras divisões para trabalharem, na Chevrolet surgia o Chevelle no mesmo ano; a Oldsmobile aparecia com o 4-4-2 e a Buick com o GSX
Acima os principais Muscle Car e Pony Car da GM
Acima o Olds 4-4-2 de 1967 (vermelho) e o Buick GSX de 1970
Acima o principal modelo da Chevrolet no segmento, o Chevelle
A Ford adaptou inicialmente o Fairlane com uma versão GT que utilizava um V8 427 que produzia 400 cv de potência, dois anos depois disponibilizava o Torino que seria o principal concorrente do Chevelle. A divisão Mercury também entrou no nicho com o lançamento do Cyclone, um derivado do Torino.
Os principais Muscle Car e Pony Car da Ford na época.
Acima os "irmãos" Mercury Cyclone (branco) e Ford Torino de 1969
A Chrysler demorou para reagir, a divisão Plymouth adaptou o Belvedere com uma versão chamada GTX três anos depois, enquanto que o primeiro puro sangue muscle só surgiria no ano seguinte - o Road Runner. A Dodge também demorou para lançar o seu primeiro musculoso que só ocorreu em 1966, seu nome? Charger! Mas engana-se que ele tenha impressionado de primeira. 
Acima os principais Muscle Car e Pony Car da Chrysler
Acima algumas gerações do Dodge Charger, o principal produto da marca
Acima o Plymouth Road Runner (branco) e o Dodge Coronet Super Bee de 1969
Por fim a quarta força americana da época a AMC também demorou a deslanchar no segmento, somente em 1968 apresentava o Javelin e o AMX - que era em linhas gerais uma variação do primeiro.
Acima o AMC AMX de 1969 (imagem: blog Diecast Hobbist)
Potência e mais potência
A principal característica desse tipo de carro era a potência e o torque, por isso as carrocerias eram muito parecidas com versões fastback, hardtop e alguns com modelos conversíveis e station wagon. Como o motor era o que importava as grandes fabricantes liberaram o que fosse necessário. 

A GM chegou a ofertar os V8 LS6 454 que produziam no auge 450 cv brutos nos modelos Chevrolet Chevelle, Odsmobile 4-4-2 e o Buick GSX de 1970.

Na Ford o Torino recebeu o V8 428 de 7,0 litros com 335 cv e o 429 Cobra Jet de 360 cv em 1969 e 1970 - sem contar o Mustang. A divisão Mercury colocaria o motor V8 429 de 375 cv no Cyclone em 1970.

A Chrysler disponibilizaria o 440 Magnum de 350 cv e o 426 HEMI que gerava 425 cv que eram instalados no Dodge Charger de 1968 a 1970 e no Plymouth Road Runner de 1968 a 1970. 

1970 - O auge dos Muscle Car 
O início da década de setenta do século XX foi o ápice, os carros estavam maiores, mais largos com opções de conforto interno que os deixavam pesados, mas com motorzões devoradores de combustível no cofre. Na época quem liderava as vendas era o Chevelle seguido pelo Torino com o seu visual "avião de combate". Interessante notar que apesar de existir algumas diferenças entre eles na dianteira e na traseira todos possuíam carrocerias bem semelhantes.

Em matéria de "força nos pneus" o Chevelle SS com 450 cv dominava acompanhado pelo Buick GSX que também possuía  a mesma potência, o Dodge Charger R/T 426 HEMI com 425 cv vinha logo abaixo.
Acima versões de carroceria fastback, conversível e station wagon do Chevrolet Chevelle de 1970 
O Fim ou quase isso
A situação começa a ficar difícil para os Muscle Car no ano seguinte ao auge com novas normas de emissão de poluentes na atmosfera implantadas em vários estados americanos e as novas apólices de seguros que passaram a exigir valores maiores por causa dos acidentes crescentes envolvendo esse tipo de bólido.

A gota d'água viria mesmo em 1973 com a guerra do Yom Kipur que levou a um boicote da OPEP as nações apoiadoras de Israel. Com combustível caro os consumidores abandonavam os beberrões em casa e iam em busca de algo econômico, nas concessionárias os poderosos muscle car encalhavam. Como consequência Chevelle, Torino, Road Runner, 4-4-2, GSX e o Charger sumiram nos anos que seguiram.

Pony Car
Os "Pony Car" foi uma denominação criada por Dennis Shattuck, ex-editor da Car Life na mesma época dos "Muscle Car", para o Plymouth Barracuda e o Ford Mustang lançados no ano de 1964.

O conceito é bem controverso, pois define como "Pony Car" os carros médios com motores de bloco pequeno e com cavalaria inferior aos "Muscle" o que acaba por criar uma grande confusão.
Acima algumas das principais versões e gerações do Plymouth Barracuda
Embora tenham sido lançados no mesmo mês, o Mustang se destacou com o seu visual inteiramente novo que fugia das tendência conservadoras do Barracuda. No entanto, só beleza não era suficiente para o cavalo alado da Ford competir com os Muscle Car, por isso ela chamou Carroll Shelby (1923-2012) para torná-lo realmente brutal, surgia assim em 1965 o Shelby GT350 com o motor V8 de 289 pol³ que retrabalhado gerava 305 cv de potência e isso foi só o início. 
Acima algumas versões da primeira geração do Mustang
Nos anos seguintes o Mustang ganharia outras versões como o Shelby GT500, o Boss 302 e o Mach 1 com motores big block que o deixariam mais como Muscle do que Pony Car, isso ficaria evidente em sua carroceria que se aproximaria cada vez mais do primeiro segmento.
Acima algumas edições especiais do Mustang como Shelby (esquerda), GT/CS (verde limão) e o Boss 351 (direta)
Mais uma vez a Mercury (marca premium da Ford) não ficaria de fora de mais esse mercado lançando em 1968 a versão de luxo do Mustang chamada de Cougar. No ponto alto de suas vendas chegou a ter embaixo do capô motores V8 de 7,0 litros que geravam 395 cv de potência.

A Chrysler mesmo uma das precursoras iria demorar para reagir com o Barracuda em matéria de força, a versão Formula só apareceria em 1968 com um V8 340 com 270 cv, só que os mais interessantes mesmo seriam as gerações de 1970 com um design moderno e muita força. 
Acima o 1968 Plymouth Barracuda Formula
Apostando no segmento a Dodge lançaria no início da sétima década do século XX o Challenger com um visual encantador e poderosos motores de baixo do capô, infelizmente o carro não teria tempo suficiente para vivenciar o bom momento com a crise que viria nos tempos seguintes.
Acima o Plymouth CUDA (azul) e o Dodge Challenger de 1971
Acima o Dodge Dart de 1968 (azul), o Demon de 1971 (flame) e o Challenger 
A GM não deixaria a marca do oval azul reinar absoluta no segmento, por isso apresentou em 1966 o Chevrolet Camaro e em 1967 o Pontiac Firebird, o primeiro era a opção despojada, ou seja, sem maiores requintes enquanto que a segunda era para quem buscava luxo nessa porção do mercado.
Acima os principais Pony Car da GM 
Mais uma vez a AMC acompanharia as tendências com o lançamento do Javelin em 1968. Embora interessante ele nunca foi páreo para os modelos das outras montadoras. 

Como aconteceu com os muscle, os pony car atingiram o seu ponto máximo de sucesso no início dos anos 1970, o Mustang, o Camaro e o Firebird ficavam grandes e pesados, mas com motores que seguiam essa mesma premissa. O Barracuda ganhava uma nova geração com um desenho realmente lindo e o Challenger chegava para tornar a disputa ainda mais interessante. Infelizmente os acontecimentos citados lá em cima prejudicariam esse segmento e quem não se adaptou ficou pelo caminho como foi o caso dos pôneis da Chrysler e da AMC.
Acima os Pony Car de 1970 e 1971 disponíveis nas lojas americanas
Falando de Minis
Os Muscle e Pony Car são os segmentos mais explorados pelas fabricantes de miniaturas de carros, isso porque o maior mercado consumidor é o dos Estados Unidos e a maioria das marcas possuem suas sedes lá.

Para quem gosta desse tipo de veículo a oferta é imensa, o que significa um gasto considerável para construir uma coleção de respeito, confira aqui o especial de Minis em Foco relacionando quem já produziu ou produz esse tema na escala 1:64.

Foi muito bom revisitar esse especial para atualizá-lo, Muscle Car ainda é um dos meus temas preferidos, sendo que a maioria dos carros que gosto são desse nicho, é o caso do Ford Mustang, do Dodge Charger, do Chevrolet Camaro dentre outros.  Ao longo desses quatro anos desde a última vez que mexi nesse post a coleção aumentou, novos modelos foram incorporados e mais informações foram absorvidas o que tornava necessário a sua melhoria.


Confira aqui todos os Muscle Car que já apareceram no blog até o momento e aqui os Pony Car.

Confira aqui os outros modelos das grandes fabricantes dos Estados Unidos que tiveram suas versões Muscle.

[Postagem publicada originalmente em 13 de julho de 2012, atualizada em 12 de outubro de 2013 e agora totalmente refeita e publicada em 08 de janeiro de 2018].

Comentários

  1. Admiring the persistence you put into your site and in depth information
    you provide. It's good to come across a blog every once in a while that isn't the same outdated rehashed material.
    Great read! I've saved your site and I'm adding your RSS feeds to
    my Google account.

    my web site; http://puremuscleprofact.com (http://glitch.itom.pl/?p=103040)

    ResponderExcluir
  2. Após os mustangs.... que tbm são muscle..... os muscles são meu tema favorito....

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas